Sexta-feira, 26 de Junho de 2009

Estudo: 110 mil cães em Portugal estão infectados com Leishmaniose

Iniciativa única e pioneira a nível Europeu, realizada pelo Observatório Nacional das Leishmanioses (ONLEISH) que incluiu o rastreio de mais de 4000 animais de todo o país. Portugal tem uma prevalência da doença considerada elevada.
Observatório Nacional das Leishmanioses
Durante um mês, 135 Clínicas Veterinárias de todos os distritos do País recolheram mais de 4.000 amostras para análise. Um estudo pioneiro em Portugal e na Europa que tem como finalidade fazer o levantamento da seroprevalência da Leishmaniose Canina e desenvolver ferramentas para, no futuro, poder prevenir e diagnosticar precocemente esta doença.

«Pretende-se que as conclusões deste estudo possam ajudar a esclarecer e sensibilizar as populações para a Leishmaniose Canina. Ao sensibilizarmos as entidades mais envolvidas no combate à doença, estamos a proteger os cães da doença.», explica a Prof. Lenea Campino.

Este estudo dá-nos um real conhecimento da infecção no nosso país, da sua distribuição pelo território nacional e permitirá dar uma resposta mais adequada às necessidades de cada região. Na prevalência total observada (6%) foram abrangidas 53 Cidades e Vilas dos 18 Distritos sendo que em zonas como Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Viseu, Leiria, Portalegre, Guarda e Beja foi o primeiro estudo epidemiológico da Leishmaniose Canina.

Beja, Castelo Branco e Portalegre são os 3 Distritos mais afectados com uma prevalência superior a 10% e Braga, Aveiro e Viana do Castelo apresentam a menor incidência com cerca de 1%. Em Portugal, Espanha, Grécia, Itália e França, que são os países mais afectados na Europa, devido ao clima mediterrânico que propicia a existência do vector, estima-se que haja cerca de 2,5 milhões de cães infectados.

No que respeita ao sucesso do rastreio junto dos donos dos animais, Lenea Campino explica que «as pessoas foram muito receptivas e os médicos veterinários conseguiram sensibilizar e envolver os donos dos animais neste nosso objectivo. Os resultados não podiam ser mais positivos na medida em que mostram que afinal os Portugueses estão mais despertos para a saúde do seu animal de estimação do que muitas vezes se pensa». Refere ainda que é preciso ter em conta que os animais rastreados são cães que têm acompanhamento médico regular e que os números encontrados «podiam ser bastante desconcertantes se as amostras fossem recolhidas também em cães abandonados.»

A Leishmaniose Canina é uma infecção grave dos cães causada pelo parasita Leishmania e transmitida por um insecto, denominado de flebótomo. É uma doença de evolução crónica que, sem tratamento, leva à morte do cão. É transmissível ao Homem e constitui um risco para a Saúde Pública.

publicado por animalover às 21:58

link do post | comentar | adicionar-me aos favoritos

*Perfil

*pesquise o que quiser

 

*Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

*posts fresquinhos

* Anedota animal - o elefan...

* Zoo recria em lego animai...

* Animais de estimação

* Animais de estimação de F...

* Okapi - Um estranho anima...

* Envie a foto do seu anima...

* Jovem acusado de matar 19...

* Gato desaparecido é encon...

* Exposições caninas intern...

* Piton mata criança

* Anedota animal

* Cão de Obama

* Caçadores furtivos matam ...

* Joaninhas invasoras na Gr...

* O que fazer com os animai...

*arquivos

* Abril 2010

* Janeiro 2010

* Julho 2009

* Junho 2009

* Maio 2009

* Abril 2009

* Fevereiro 2009

* Janeiro 2009

* Dezembro 2008

* Novembro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Setembro 2007

* Agosto 2007

*Envie a foto do seu animal

Para o email: softi_25@sapo.pt
blogs SAPO