Domingo, 25 de Janeiro de 2009

Anedota de partir um animal a rir!!

Uma mosca vai a um restaurante e pergunta: - Qual é o prato do dia? Ao que responde o empregado - É arroz com caca! A mosca muito enjoada diz: - arroz, outra vez?!

 

Cachalotes encalham na costa da Tânsmania

Austrália - Tasmânia

Cachalote
Um grupo constituído por 48 cachalotes ficou encalhado no estuário de um rio na pequena Ilha de Parkins, que fica situada na costa Norte da Tasmânia.

Como sempre acontece nestes casos, ninguém sabe ao certo o que aconteceu mas, quando foi encontrado, o grupo estava encalhado num pequeno areal a cerca de 150 metros da costa. Na altura, era quase noite e a maré encontrava-se baixa, o que não permitiu uma intervenção mais pronta das autoridades e dos voluntários que na Austrália sempre aparecem quando um caso destes se desenrola.

De madrugada, quando as equipas de socorro da vida selvagem chegaram ao local, encontraram apenas sete animais com vida, mas alguns destes não vão certamente resistir, dado o seu estado físico bastante degradado.
Para as equipas de salvamento, a maior dificuldade prende-se com a grande dimensão destes animais, cujos machos podem atingir os dezoito metros, e as fêmeas os doze, e que podem pesar cerca de vinte toneladas. Para além disso, os membros do grupo encontram-se muito próximos uns dos outros, o que ainda dificulta mais os trabalhos.

Entre os animais que sobreviveram até ao momento, sabe-se que se encontram alguns juvenis, mas as informações não são muitas já que, no local, o tempo é para trabalhar no salvamento e não para perder a fazer grandes declarações.

publicado por animalover às 20:09

link do post | comentar | adicionar-me aos favoritos
Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2009

Novas espécies de répteis e artópodes descobertas

Moçambique
Camaleão

Numa zona de bosque pouco explorada no Norte de Moçambique, no Monte Mabu, foram encontradas algumas espécies de fauna e flora que se julga ainda não estarem descritas, para além de outras já descritas, mas raras, e que se julgava não existirem neste local.
Um grupo de investigadores internacionais escolheu este local depois de o ter observado no Google Earth o que, em conjunto com outras informações recolhidas, os levou a perceber que era uma zona remota e pouco estudada, já que a sua inóspita localização a tem protegido e quase só os habitantes locais visitam este local com alguma frequência. Por outro lado, puderam também constatar que tinha uma pluviosidade um pouco superior ao normal para a região, o que se enquadrava no tipo de território que pretendiam para o seu projecto.

O grupo é constituído por investigadores ingleses do Real Jardim Botânico de Kew, juntamente com alguns conservacionistas suíços e belgas, e ainda por 28 investigadores africanos provenientes de Moçambique, Malawi e Tanzânia - o que se saúda. A área estudada é um pedaço de montanha a cerca de 1700 metros acima do nível médio do mar e com cerca de 80.000 metros quadrados.

No que se refere ao que se espera serem novas espécies animais, foram encontrados camaleões pigmeus, três espécies de borboleta e uma nova serpente de grande dimensão. Já descritas, mas raras, foram encontradas uma espécie de símio, bem como pequenos antílopes e aves, entre outras.

Do ponto de vista da flora foram também recolhidas algumas amostras de espécies que se espera serem novas, bem como algumas raras. No conjunto, entre fauna e flora, foram recolhidas cerca de meio milhar de amostras, que durante algum tempo vão ser minuciosamente observadas e investigadas para se poder então confirmar se de facto são novas, se são subespécies ou se não são nem uma coisa nem outra, o que pode muito bem acontecer.

Numa primeira fase, a tentativa de proteger o local de estranhos, principalmente de caçadores furtivos, parece ser o mais importante, já que os habitantes locais não constituem uma ameaça para as espécies encontradas. Nesse sentido, os investigadores envolvidos apresentaram junto das autoridades moçambicanas as suas propostas para um plano de protecção do local, integrando as populações e os seus muitos conhecimentos sobre as espécies recolhidas, numa tentativa de manter o local como até aqui.

O continente africano tem ainda muito a oferecer e estas descobertas parecem vir confirmar isso mesmo!

*Perfil

*pesquise o que quiser

 

*Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

*posts fresquinhos

* Anedota animal - o elefan...

* Zoo recria em lego animai...

* Animais de estimação

* Animais de estimação de F...

* Okapi - Um estranho anima...

* Envie a foto do seu anima...

* Jovem acusado de matar 19...

* Gato desaparecido é encon...

* Exposições caninas intern...

* Piton mata criança

* Anedota animal

* Cão de Obama

* Caçadores furtivos matam ...

* Joaninhas invasoras na Gr...

* O que fazer com os animai...

*arquivos

* Abril 2010

* Janeiro 2010

* Julho 2009

* Junho 2009

* Maio 2009

* Abril 2009

* Fevereiro 2009

* Janeiro 2009

* Dezembro 2008

* Novembro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Setembro 2007

* Agosto 2007

*Envie a foto do seu animal

Para o email: softi_25@sapo.pt
blogs SAPO